Arara-canindé PDF Imprimir E-mail

Arara-caninde

Nome científico: Ara ararauna

 

Outras denominações: Arara-de-barriga-amarela, arara-amarela.

 

Ave pertencente à família dos psitacídeos.

 

É considerada a mais domesticável das araras, chegando a aprender diversas palavras e sons.

 

Tamanho: 75 - 83 cm

 

Peso: 1,0 – 1,2 kg

 

Expectativa de vida: 70 anos

 

Características: A fronte e a parte anterior da coroa têm cor esverdeada; a garganta e o bico têm cor negra; as auriculares, o peito e a parte inferior das asas são amarelos; o restante da plumagem tem cor azul-viva. Apresentam pele nua, nas faces, de cor branca e com pequenas penas negras, que formam riscas paralelas. Não existem características físicas que diferenciem machos e fêmeas (dimorfismo sexual).

 

Distribuição geográfica: Sua ocorrência se estende desde a América Central (Panamá) até o Sudeste do Brasil (São Paulo), e na Bolívia e Paraguai.

 

Habitat: É comum na copa de florestas de galeria, várzeas com palmeiras (buritizais, babaçuais, etc.), interior e bordas de florestas altas. Migra em certas épocas do ano, em busca de alimento.

 

Alimentação: Folhas, sementes, cocos de buriti, macaúba, babaçu, frutos de jatobá e pequi. Aprecia mais a semente do que a polpa dos frutos.

 

Reprodução: Postura de 2 a 4 ovos. São incubados principalmente pela fêmea que é alimentada pelo macho, durante o período aproximado de 26 a 28 dias. As crias são totalmente dependentes dos pais (altriciais), permanecendo cerca de 12 semanas no ninho.

 
, Powered by Joomla!; Joomla templates by SG web hosting